página inicial

home page

Direcção de Turma

Critérios de Avaliação

 

 

 

Biblioteca Escolar:

voltar

Atividades


Semana da Leitura

Decorreu de 5 a 9 de Março a Semana da Leitura 2012 no Agrupamento de Escolas de Proença-a-Nova. Por subtema, a cooperação e a solidariedade serviram de mote nacional às atividades realizadas.

Proposta do Plano Nacional de Leitura, levou-se a efeito o Concurso Eu Conto, com a cooperação do Departamento de Línguas. Do 1º ciclo ao ensino secundário, um ramalhete de contos e ilustrações saiu da imaginação dos nossos jovens contistas. Alguns serão submetidos a escrutínio nacional. Esperemos que, com prémios ou sem eles, façam com estes jovens escritores o mesmo que a primavera faz com as cerejeiras.

Todos juntos fazemos uma árvore constituiu um momento interessante de confluência de gentes nas bibliotecas das nossas escolas.

 

As árvores da primavera foram-se construindo, pela cooperação solidária. A da foto, nesta fase, ia a 1/3 sensivelmente. Está repleta de folhagem, da qual sobressaem as frases dos alunos “ser solidário é...” e “cooperar é...”.

A mostra/venda de livros do escritor Pedro Seromenho, que visitará o Agrupamento no próximo dia 18 de Maio, e da Editora Alma Azul estiveram presentes nas Bibliotecas Pedro da Fonseca e do Centro Educativo. Em ano de Guimarães como capital da cultura, destaca-se o livro 900 História de um rei. Afonso Henriques 1109-2009, de Pedro Seromenho.

Durante a semana, leu-se muito, em espaços improváveis da comunidade. Entrou-se na vila e entranhou-se leitura. Palavras lidas, mormente poesia. De autores vários, em vários livros.

 

Durante a semana, Leu-se em todo o lado.

 

Na ourivesaria...

 

No café...

 

Na pastelaria...

 

...onde também uma aluna da Sala de Apoio partilhou algumas frases à mesa de gentis ouvintes...

 

na copa da pastelaria Estrela Doce, onde amavelmente deixaram entrar palavras e versos sobre xícaras, chás e... bolos, naturalmente... (os esquecidos quentinhos estavam divinais! Bem hajam pelo adoçar de boca.)...

 

na esplanada...

 

E até houve quem não quisesse somente escutar, mas também participar (bem haja!), LE(mbra)R a outros que bebericavam café ou chá no entremeio de outros sabores. Era dia 8 e lembrou-se uma mulher de tantas palavras inspiradora, Estavas linda Inês posta em sossego...

 

Na rua, a quem serena e desprevenidamente passava...

 

Na praça pública, à sombra reflexiva de Pedro da Fonseca...

 

a quem casualmente passava...

 

no minimercado...

 

na ótica, onde há outros olhos que podem LER por nós...

 

na portaria da escola...

 

na peixaria... receitas literárias em torno do bom peixe do mar português em palavras de Eça de Queirós, Eduardo Barroso, Bulhão Pato...

 

na florista...

 

na cafetaria...

 

em loja de lingerie...

 

na entrada de prédios...

 

nos CTT, onde o sorriso de alunas da Sala de Apoio, com a ajuda cooperante de um seu colega,  levou amenamente um pouco da história infantil A Lebre Castanha às funcionárias da estação, para lhes acordar o dia...

 

em ambiente mais fashion, entre roupa, malas e outros acessórios, também se leu...

 

Na pizzaria... escutou-se com agrado Sobremesa, de Herberto Helder...

 

na casa agrícola...

 

Na livraria...

 

Na Casa do Benfica, onde se declamou Azul e Branco, poema de Vinicius de Moraes. Isso mesmo... azul e branco, ou seja, concha e cavalo marinho... A literatura é mesmo assim, a de qualidade é polissémica...

 

e, por acaso, improvavelmente, também se leu no gabinete da Direção do Agrupamento...

 

porque ler é, será sempre, um prazer, o da fruição do pensamento, de outrem ou mesmo de nós próprios. Assim o provam as imagens fruitivas dos nossos alunos em dia claro de ler...

 

a brusca poesia que exala da vida (,) dos livros (,) do ser...

 

Durante a semana, os livros de José Luís Peixoto,  entretecidos na fronde da cooperação solidária, deram o mote...

 

também à escrita...

Escreveu-se, pois foi, numa Oficina de Escrita Criativa, que congregou professores, alunos, bibliotecários, orientada pelo Prof. António Soares, um homem de escrita, diria, um escrevedor.

 

à singela cerimónia de entrega dos prémios do Concurso Nacional de Leitura – fase escola, às seis vencedoras do 3º ciclo e ensino secundário que representarão o Agrupamento na fase distrital, a 20 de Abril próximo, em terras do rei Wamba...

 

à elaboração de marcadores de leitura nas bibliotecas do agrupamento...

 

com 24 palavras, em tom de jogo e a grande celeridade, construíram-se duas histórias bastante criativas com os alunos do 2º ciclo, registe-se, para que não se esqueça, O Gato das Botas vai ao banco e o Sapo Tatuado, sob orientação do Prof. Jorge Ventura.

 

Durante a semana, os alunos do 3º ano do Centro Educativo integraram o Projeto Ler Solidário, da Biblioteca Escolar, e contaram, dramatizando, A Árvore Generosa, sob orientação das Prof.ªs  Fernanda Nunes, Maria José Sordo e Fátima Delgado, perante uma plateia muito especial, os utentes do Lar da Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova. Uma experiência sempre enriquecedora, sempre motivadora, pelos sorrisos gerados, pelos afagos aconchegantes. Soube a pouco. Sabe sempre a pouco...

 

Sempre com um sorriso especial à mistura, de quem sabe agradecer o pouco que se leva. A quem agradecemos o muito que se traz...

 

E foi assim que aconteceu a nossa semana de palavras lidas, por entre a primavera...


topo